[ editar artigo]

Labirinto

Labirinto

Oh, labirinto!

Labirinto vida,

Por que tantas entradas 

Se há uma só saída?

Vida labirinto 

Para quê tantos becos e vielas 

Se em todas que entro

Volto a parar nela?

Rua dos sonhos 

Estrada da felicidade 

Atalho das decepções 

Portas da crueldade 

Janelas abertas 

Frestas para o lugar afora 

Corro para todos os lados

Mas permaneço no mesmo de agora 

Caminhos estreitos e largos 

Curtos e compridos 

Aonde é a saída?

Me encontro perdido!

Entro num

Saio em outro 

Volto ao mesmo

De agora a pouco

Oh, maldição!

Como faço para sair daqui?

Por favor, me escute:

EU PRECISO SAIR!

ALGUÉM, por favor!

Eu suplico.

Me tirem deste labirinto.

Oh, vida labirinto 

Labirinto vida!

Mostre-me onde fica

A tal da saída!

 

 

Nascimento J.

 

Narrativas

INfluxo
Ler conteúdo completo
Indicados para você