[ editar artigo]

Ele, O Amor

Ele, O Amor

Estamos no epicentro do abismo,
O mundo consumido pelo individualismo. 
Pulmões tentam captar novos ares...
É hora de reafirmar o valor do amor em tempos de indiferença. 

Ele, o amor... 
É quente resposta para a frieza da existência,
Generosa terra onde se aduba propósitos de vida.
Em tempos de cólera, de paixões líquidas,
É a escolha em permanecer todas as manhãs no mesmo colo.

Ele supera o significado vazio de uma palavra... É gesto diário.
É pássaro que voa nas asas do altruísmo em quentes mãos.
É sólida construção conjunta. É compartilhar momentos com o outro.
É companheirismo perante o testamento seco de desentendimentos. 
É a forma desinteressada dos cuidados maternos.
É o rejuvenescer dos dias recebido no beijo da mulher amada.

Ele, o amor...
É um mundo indizível de sensações, combustível 
Para o abastecimento de mentes e corações.
É tudo isso e muito mais, está além das palavras...
É sentimento que precisa ser ato contínuo, o fazer diário
Que transforme as cenas tristes no palco da vida.
 

Narrativas

INfluxo
Dennis De Oliveira Santos
Dennis De Oliveira Santos Seguir

Sociólogo, professor e escritor. Um amante do mundo das letras que se expressa através de poesias e crônicas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você