[ editar artigo]

Corporando

Corporando

A Pele - Leite, só que sem a nata e com café.

O Pelo - lã ou barbante, um desafio que cresce a cada dia.

Os Olhos - canal de transparência de amor ou ódio.

Os Joelhos - Às vezes doem. Disformia comprovada pelo espelho.

As Mãos - Escrevem e pintam.

Os Pés - O melhor lugar para ser massageado. Conexão extrema com o planeta.

Os Ombros - Cabide. Suportam as toneladas de um molde.

As Panturrilhas - Graciosa quando se mora numa Cuesta.

A Língua - Úmida, crespa, Queima e sara com uma velocidade invejável. 

Há momentos que eu não deveria ter. 

A Laringe - Nódulo discreto no terço inferior da prega vocal.

 O Fígado - Cirrose, hepatite, leptospirose, febre amarela. Amanhã ninguém sabe.

O Cabelo - Menos se aparecer na comida.

As Unhas - De um pé direito é encravada. Fechei meu dedo médio na porta do carro. Ele ficou torto.

Os Seios - Curva. Ponto de vista e gosto. 

 

Narrativas

INfluxo
Pulmão da Cuesta
Pulmão da Cuesta Seguir

Amante da poesia marginal, pintora de mulheres, formada em Literatura, professora, mãe e apaixonada pela vida. 40 anos de idade, Botucatuense.

Ler conteúdo completo
Indicados para você