[ editar artigo]

Aonde vais agora?

Aonde vais agora?

Aonde vais?

Não sabes que o mundo lá fora

passou do tempo e tudo é

diferente agora?

Não permite passeios

desvairados?

Ainda pensas no tempo

das velhas aventuras

quando tuas vontades imaturas

forjavam pensamentos arrojados?

 

Não te enganes!

O tempo foi mudado!

Hoje é hoje, ontem foi passado!

Não queiras nadar em lago seco!

Aquieta-te, não procures

mudar a vida alhures,

a vida mudou

na avenida e no beco!

Não vais encontrar real alegria!

Vai ser fictícia a tua euforia!

Aquieta-te, dias melhores virão!

Contenhas as tuas vontades  

e o teu coração!

 

 

 

Narrativas

TAGS

poesia

INfluxo
Nelson Jacintho
Nelson Jacintho Seguir

Sou médico formado pela USP, tenho, até agora, 14 livros publicados, dentre eles, textos sobre medicina, poemas, crônicas, ensaios, romances e contos para adultos e crianças.

Ler conteúdo completo
Indicados para você