Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

Turvo

Turvo
Felipe Mirandda Oficial
jul. 1 - 1 min de leitura
0 Curtidas
1 Comentários
0

Sou parte disso
Dessas gotas no mar
Desses brilhos no céu
Desses grãos de terra
Isso que me tornei
Fui moldado parte por parte
Como vaso de alabastro
Sou a chuva ácida
O esgoto de corre na vala
Eu sou
Eu o faço!

Sou o tudo de amor
E de dissabor
Sou Baía e Tietê
Que provoco e ignoro
E vivo só com os louros
Interpretando um tolo
Não para mar aberto
Fico na contemplação
Do espelho d'água
E ainda me acho esperto

Finjo que a irmã tartaruga não morre

Com os meus engradados de civilização
Finjo que meu consumo não faz mal
A nenhum ser vivo cidadão ou não
Finjo que não engulo veneno
E finjo que sim e que não

Sou a raiz fincada nesse solo
Sou efeito borboleta
Efeito estufa
Feito macaco
Feito boto
Feito panda
Sou o que ainda não enxergo
Que o profundo é turvo


Canalizo todo meu esgoto
Mas as artérias entopem
O útero seca
As gerações atravessam
E adquirem por herança ancestral
Todo meu passar nesse planeta
Todo meu produto final.


Denunciar publicação
0 Curtidas
1 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você