INfluxo
INfluxo
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

O Poder da Literatura

O Poder da Literatura
Dennis De Oliveira Santos
ago. 29 - 2 min de leitura
010

A função da literatura

É esmurrar a caixa craniana

Até que despertem todos os neurônios.

É esfacelar a alienação,

Permitir ao homem outro olhar sobre si,

Mastigar o mundo em palavras para que a boca

Vomite a podridão que vagueia nos pensamentos rasos.

Como dizia Brecht clamando justiça pelo povo,

A escrita é martelo para moldar a realidade...

É oferecer novo sentido aos cacos que rasgam a vida,

Pisar sem medo nas pedras suportadas em dúbios caminhos,

Encher o peito de versos para tolerar o mundo caduco como fez Drummond.

Ler um instigante livro é despertar de inquietantes sonhos a lá Kafka.

É ser como Machado em sua ferina ironia contra os moralismos da caduca sociedade.

Escrever um romance é aspirar à liberdade

Na esconjuração de crimes como Dostoievski.

É trazer a fúria contra as opressões,

É ser o fio fazedor de alternativas renovadoras contra o país que privilegia os ricos...

É ser como Lima Barreto em sua sátira contra os vícios políticos. Produzir literatura é exorcizar os próprios demônios,

É terapia contra a vida insossa,

É falar da vida dura nos rincões do planeta como Graciliano,

Escrever sombrios poemas sobre a decomposição da matéria a exemplo de Augusto.

É costurar duras letras sobre o alto preço do feijão em sujos versos como Gullar.

É ultrapassar fronteiras, mergulhar a cabeça em alteridades, alargar o próprio mundo.


Denunciar publicação
    010

    Indicados para você