[ editar artigo]

FOI PRECISO

 

Foi preciso chegar uma pandemia em nossa nação

para o Estado brasileiro relembrar que tem que prover o cidadão,

equipar a saúde pública, oferecer saneamento básico para a população

e perceber a importância de investir em Ciência e em Educação.

 

Foi preciso entrar em quarentena, ficar em reclusão,

para confirmar: somos seres que necessitamos de interação;

para descobrir: temos várias habilidades, basta termos instrução;

para perceber: tememos a morte, tendo ou não religião.

 

Foi preciso perder a mobilidade, apesar da insatisfação,

para lembrar como é bom ter liberdade para contemplar a criação,

estar com a família e encontrar amigos sem marcar ocasião,

sair para trabalhar, para comprar sem se preocupar com a contaminação.

 

Foi preciso ficar em isolamento e evitar aglomeração

para ser apresentado ao lookdown e ao significado da expressão,

para criar consciência coletiva, ter pelo próximo consideração,

e para exercitar a empatia em qualquer relação.

 

Foi preciso o distanciamento social por orientação

para nivelar todos na mesma condição,

para sentir que é essencial dar e receber um abraço de coração

para nos manter vivos, saudáveis e sem infecção.

 

Então, para conter a pandemia, é preciso a prevenção

é bom ficar em casa (quem pode), lavar as mãos e usar álcool gel sem moderação,

usar máscara, realizar atividades remotas, assistir a lives na televisão

e, sobretudo, é fundamental ter fé e fazer muita oração.

INfluxo
Rejane Luci Silva da Costa Knoth
Rejane Luci Silva da Costa Knoth Seguir

REJANE LUCI SILVA DA COSTA KNOTH Baiana de Inhambupe; atualmente residente em Valença-BA. É professora e escritora com um livro publicado: UMA CONVERSA COM AS PALAVRAS/2019. reluknoth@yahoo.com.br

Ler conteúdo completo
Indicados para você