INfluxo
INfluxo
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Eu por outros

Eu por outros
Emilly Lopes
nov. 23 - 1 min de leitura
010

A palavra aqui

A palavra ali

Ela sempre esteve aqui

No caráter de auxílio

Num espaço de exílio

A literatura fala

Ecoa por ondas sonoras nunca ditas

É compreendida pelo discurso do outro

Assim ela entrou na minha vida

Para que todas as coisas que eu não pude falar

Para que todos os lugares onde minha voz não chega

Ela aterrizasse primeiro

Muitos falam por mim

E por eles posso ser compreendida

Desde muito pequena, a partir dos contos e dos desencontros e das dores de crescimento

Tinha sempre um acompanhante

Ele ressoava em meus ouvidos como um constante "avante!"

De certa forma, foi meu primeiro amante

Clarice disse que achava que livro era vivo, como bicho e planta

Para mim, ele era a companhia de uma solidão que era a estampa

A capa

A lombada

O prefácio

E num único ser vivo, eram milhares

E o avante era um vai, continue!

Mais uma página para que o sentimento de ser só ficasse apenas na realidade após um fim

Como este aqui, assim

A literatura fala

A partir dela pude experimentar linhas musicais de sonoridades que só faziam sentido na minha permanência

Um ré, mi, sol, um dó…

E ela continua falando

Para que nunca, nunca mesmo, me deixe só


Denunciar publicação
    010

    Indicados para você