[ editar artigo]

Anónimo

Anónimo

 


Vi o sol a escurecer,

A noite ganhando o dia

Vi os meus sonhos a morrer

E eu perdido nos meus pensamentos
Pensei, não parei de pensar
Percebi que não passou de fantasia
E que era hora de acordar

Vi o partir do dia
Sem um adeus
Acordei para a realidade, era fantasia
É real, um bem-vindo a escuridão
Noites sem brilho
Sentimentos desgovernados
Que nem comboio fora dos trilhos
É o resultado por estar apaixonado

Como dói
Ver estrelas a desaparecer
Sentimentos totalmente baralhados
Um não querer, querendo
O meu coração querer-te por perto
Mesmo sabendo que é difícil estar perto de ti
Sem estar perto de ti
Sem a tua presença
Sendo consumido pela solidão
Na verdade, a solidão agora é a minha doença

Nada se encaixa
O meu mundo sendo consumido pelo vazio
O calor cada dia mais frio
Anónimo na tua vida
Não podendo dizer que te amo
Fazer deste sentimento o meu segredo
Só que venha o dia, que amanheça cedo
É Difícil amar sem ser amado
É difícil viver uma vida sem significado!

________________________________
|Autor: Fernando Avelino Lima-Poeta
|19/08/2020 Lisboa-Portugal
#IN_PENSAMENTO_LIVRE

________________________________

Ler conteúdo completo
Indicados para você