Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

A Tempestade dos séculos

A Tempestade dos séculos
Ricardo Alves de Souto
jun. 9 - 1 min de leitura
2 Curtidas
0 Comentários
0

Quando a tempestade passar restará devastação

Muitos não alcançarão as dores quiçá a desilusão

Sementes foram plantadas, a colheita se aproxima

Entres dissabores, tristezas e aflições a vida ensina

 

Malgrado muitos não verem a verdade outrora dita

Sem esta não existe liberdade nem sequer a vida

Na efemeridade de uma vida o sol nasce a cada dia

Momentos em que os fortes retomarão a alegria


Denunciar publicação
2 Curtidas
0 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você