INfluxo
INfluxo
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

A Liberdade Perante o Mergulho no Abismo

A Liberdade Perante o Mergulho no Abismo
Dennis De Oliveira Santos
mar. 27 - 2 min de leitura
010

Não são os coaches,

Não são os livros religiosos,

Nem os psicólogos, muito menos os padres,

Nada e nem ninguém explica com exatidão

Tudo que compõe a vida incerta.

Sem bússola,

Sem usual mapa,

Sem dogmas,

Vou em direção errática

Ao encontro do planalto do desconforto,

Ao espancamento da dor.

No peito grandes distâncias percorridas

E um baú que guarda indizíveis falhas.

Mas mergulhando no abismo

De todos os lugares que habitei,

Todos os infernos que vi travestidos de paraísos,

No epicentro de tempestades,

A dor foi temporal que adubou novos jardins.

Resisti às falhas,

Suportei os fracassos,

Superei os limites impostos,

Aguentei o que era vulnerável,

Reergui após várias quedas,

Jorrei adversidades

Que forjaram o viver além de mim.

Mesmo sabendo que viver quase todos os dias cansa,

Nessa sentença genética imposta pela natureza,

Para alcançar a liberdade é preciso força.

Porque neste estranho sonho, insônia sem fim

A que chamam realidade,

É necessário determinação

Para elevar o espírito

Além do crime e castigo,

Além das certezas e censuras,

Além dos horizontes pintados

No maniqueísmo do bem e do mal.

Reavaliar, duvidar sobre o que é

O correto e o errado,

Os direitos e os fardos dos afazeres.

Suportar

As escolhas e suas consequências,

Criticar as verdades banais,

Observar

A virtude acompanhada do fel dos vícios.

Permitir ver a existência

Através de óculos que

Mostrem imagens no reaprender

De valores e práticas

Neste planeta que imola diariamente

Vidas humanas.

Diante das contingências que são

Pedras impostas pelos homens ao redor,

Naquilo que fizeram de mim

Nos muros coletivos

Que insistem em me prender,

Desenvolver o hábito

De destruir grilhões,

Criar valores, cosmovisões,

Lutar contra opressores

E se aliar aos que tem fome de vida.

Está condenado a ser livre

No buscar de uma vida autentica,

Forjando atitudes

No tedioso pendulo composto

De escolhas e consequências.



Denunciar publicação
    010

    Indicados para você