[ editar artigo]

Lu Evans - Escritora

Lu Evans - Escritora

Conheça os livros da autora: https://bit.ly/3m8Osua

Coletâneas produzidas pela autora: https://bit.ly/3fsQcNh

Livros traduzidos: https://bit.ly/3nPiROM

Conto Visita ao Cavaleiro Negro:   https://bit.ly/2PIUAx3

 

Natural de João Pessoa, PB, é jornalista, dramaturga, antologista, editora, tradutora e escritora com carreira internacional. Dedica-se ao gênero fantástico.

Dramaturgia:

Começou sua trajetória artística na dança como bailarina e depois coreógrafa. No final da adolescência, migrou para o teatro, atuando como atriz, produtora, coreógrafa, diretora e dramaturga. Suas maiores influências no teatro foram Aristófanes, Ésquilo e Eurípedes, Shakespeare, Moliére, Maria Clara Machado, Lucia Benedetti e Ariano Suassuna.

Escreveu 20 textos de teatro infantil que foram reunidos em um livro. Em ordem de escrita, são eles: A Bruxinha e o Príncipe; Uma Bruxa Incomoda Muita Gente, Duas Bruxas Incomodam Muito Mais; O Sapo Artista; A Turma do Morcegão; A Volta do Morcegão; Super-Etê X Ovilão; Super-Etê no Planeta dos Palhaços; Fantasmina; O Tesouro da Ilha Encantada; Cuidado! Flapo Vem Aí!; O Agente Rocambole; Festa no Mar; Um Mundo Maluquinho; O Show do Fofurinha; O Lobo Bobo; A Princesa da Torre; A Princesa e o Dragão; Historinhas da Vovó; Zorofreda; O Língua de Trapo.

Algumas peças infantis da sua autoria que já foram encenadas: “Uma Bruxa Incomoda Muita Gente, Duas Bruxas Incomodam Muito Mais”; “Cuidado! Flapo vem Aí”; “O Mundo Maluquinho”. Em 2018, seu monólogo adulto "De hoje eu não passo" foi dirigido por Francisco Hernandez.

Jornalismo:

Após sua passagem pelo teatro, dedicou-se ao curso universitário de comunicação social e formou-se em Jornalismo na UFPB, onde também cursou Relações Públicas até o final, mas não chegou a defender sua tese. Como jornalista, trabalhou como repórter de jornais impressos; prestou assessoria de comunicação à cantora Kátia de França, à ONG Anjos do Asfalto e a empresas públicas; foi produtora de rádio; prestou assessoria aos festivais de arte do Espaço Cultura (João Pessoa/PB) e da cidade de Areia (PB), entre outros eventos culturais; redigiu guias turísticos para os estados do Ceará, Pernambuco e Paraíba, e escreveu roteiros de documentários de educação ambiental.

Literatura Fantástica:

Retornou à literatura em 2014, lançando obras solo e em co-autoria: “Somniis” 2017 (distopia com Graci Rocha); “Hili” 2017 (sci-fi romântica), “Teatro” 2015 (com 20 peças de teatro para crianças); “Dragão Noel” 2019 (aventura natalina infantojuvenil com sua filha Dandara Evans); “Dramas Robóticos & Outros Contos Futuristas” 2020 (scifi); "Visitantes Noturnos & Outras Narrativas Sobrenaturais" 2021.

A autora considera que seu trabalho solo mais relevante é a série juvenil de fantasia “Zylgor”, composta de quatro livros: A Princesa das Águas, 2014; O Príncipe Flamejante, 2016; A Princesa dos Ventos, 2017; O Senhor dos Abismos, 2018.

Em 2019 iniciou-se como contista, publicando textos em antologias, sites e revistas: Aos Pés de Toth (fantasia - coletânea Tempo de Exploradores, 2021 ); Gregório, O Guardião (fantasia - Tempo de Dragões, 2020); Caçadores de Zumbis (sombrio - A Arte do Terror 7/Dia de Los Muertos, 2020); Singularidade (scifi - Asimoviana, 2020); O Caso da Caapora e da Onça Parda (folclore/fantasia - Insólito, o Grande Livro do Fantástico Brasileiro, 2020); Escuridão (sombrio - Filantropia do Mal, 2020); As Fadas Ocultas (fantasia - As Fadas de Oz, 2020); A Passageira do Utsuro-Bune (lenda/fantasia - Kamishibai: Lendas Japonesas, 2020); Namoro a distância (scifi - O Espantoso Mundo da Antecipação, 2020); O Inspetor (folclore/fantasia - Duendes: Encantados e Misteriosos, 2020); Projeto Bethany (scifi - Revista Conexão Literatura, Concurso os três melhores contos, 2020); Eu vejo (sombrio - Multiverso Pulp: Terror, 2020); Almas Gêmeas (scifi - Alma Artificial, 2020); O Enfrentamento (folclore/sombrio - Coletânea Vampírica, 2020); Altocumulus (ficção especulativa - Revista Literomancia Edição 3, 2020); Visita ao Cavaleiro Negro (scifi - Revista Literomancia Edição 1, 2019); Visitantes Noturnos (sombrio - Os Sapatinhos de Dorothy e Outros Itens Fantásticos, 2019).

Gerencia o selo literário Nebula, que publica livros clássicos mundiais. Pelo mesmo selo, lança antologias contemporâneas de literatura fantástica brasileira. São elas: “Feéricas” 2019 (com o conto O Vale do Sol - fantasia), finalista do prêmio Argos; “Sob as Luzes de Yule” 2019 (com os contos: Alaha - scifi, e Krampusnacht - fantasia); “A Volta dos Deuses Astronautas” 2020 (com A Embaixadora - scifi); “Simplesmente Más” 2020 (com O Encontro das Divindades - fantasia/lendas/mitologia); “Fantasmagóricas” 2020 (Lilith no Espelho - sobrenatural); “Coleção Mundos Fantásticos” 2020, que foi dividida em volumes: vol.1 Fantasia (O orc sou eu - fantasia); vol.2 Folclore (A vingança de Tarumã - folclore/fantasia); Vol.3 Gótico (com o conto O Amuleto - sobrenatural); Vol.4 Scifi (O enigma de Titânia - scifi); Vol.5 Distopia (Homo-Sapiens-Ferox - scifi); “Portais" 2021 (com Meritites - fantasia); "Phantastikós" 2021 (com Círculo de Cogumelos - fantasia); "Do Meio do Espaço Chegou"2021 (com os contos: Ominous e O Pirata - ficção científica); "Smash! Com Gigantes, Trolls, Ogros e Orcs" 2021 (Skitty - fantasia); "Não Existem Humanos Inteligentes", em co-autoria com Saulo Adami (conto: Círculos).

Projetos culturais:

Escritoras Fantásticas BR (com Rozz Messias), que cataloga autoras brasileiras de literatura fantástica.

http://escritorasfantasticas-br.simplesite.com

Dramaturgas BR, que cataloga autoras brasileiras de peças de teatro.

https://dramaturgasbr.blogspot.com/

Carreira internacional:

Livros traduzidos: “Santa Dragon” (2019 - em inglês com tradução da autora e revisão de Coleen Maddy); “Hili” (2018 - em inglês com tradução da autora e revisão de Chris Mackey); “La Princesa de Las Aguas” (2020 - em espanhol com tradução de Roberta Prado).

Livros traduzidos ainda não lançados: “Somniis” (em inglês com tradução de Rachel Lima Lopes); “El Principe Llameante” (em espanhol com tradução de Roberta Prado); The Princess of the Waters (em inglês com tradução de Thaís Emrich); The Flaming Prince (em inglês com tradução de Amanda Nunes); Robotic Dramas & Other Futuristic Short Stories (em inglês com tradução de Márcia Terra).

Seu conto Visita ao Cavaleiro Negro, em inglês Visiting the Black Knight, com tradução de Marcia Terra, está disponível em sites americanos Booksie; Quotev e Commaful.

Redes sociais:

https://www.facebook.com/luciene.evans.9

https://www.instagram.com/luciene.evans/

https://www.skoob.com.br/usuario/1541184

https://www.goodreads.com/user/show/121076717-l-evans

http://luevans.simplesite.com/

https://www.facebook.com/nebula.literature

 

Personalidades

TAGS

Lu Evans

INfluxo
L. Evans
L. Evans Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você