[ editar artigo]

Viva Elza !

Viva Elza !

Eu conheci a Elza no Supremo. Tempos depois ela foi nos visitar e desta vez na platéia. Era o dia da Banda Mantiqueira e ela subiu no palco, cantou com eles, dobrou com o clarinete do Proveta. Foi lindo demais!

No dia em que o Supremo fechou , fui contratada para idealizar os palcos do primeiro Boteco Bohêmia em São Paulo.. Elza fez o show de premiação e encerramento do evento.

Tempos depois, tive a honra de estar na produção do projeto "Religare" no Sesc Pompeia, com direção musical do Sergio Santos. Peço licença para compartilhar o texto lindo que ele postou ontem e dizer que fui uma das que chorou rios na coxia, com aquela mulher viceral (do fim do mundo) falando com Deus.

"Tive uma única experiência musical com Elza Soares. O SESC Pompéia me convidou para ser o diretor musical de um show chamado Religare, não me lembro exatamente o ano. O show deveria ter o tema da ligação do homem com o divino através das religiões. Eu deveria escolher o repertório e os intérpretes. A única exigência que me fizeram é que Elza estivesse entre os intérpretes. E assim foi. Escolhi cantores e cantoras, que foram Chico Cesar, Mariene Castro, Luciana Alves, eu mesmo, e a própria divindade Elza. Escolhi músicas que abordassem essa questão do divino, as quais o nosso cancioneiro é repleto, e as distribuí entre os cantores. Escolhi os músicos e escrevi os arranjos, e chegou a hora dos ensaios. Elza ficou para ensaiar no último dia. A ela coube Se Eu Quiser Falar Com Deus, uma das músicas mais lindas e profundas da existência, de Gilberto Gil. Caprichei na caneta, mas com parcimônia, porque tudo o que eu queria era uma moldura bem discreta para aquela voz penetrante. Na hora do seu ensaio, Elza me ligou e me disse que não iria ensaiar, não era necessário, e que ensaiássemos na passagem de som, pouco antes do show. Fiquei verde por não respirar por vários minutos e não dormi na noite. Na passagem de som, finalmente passamos a música. Ela, com enorme carinho, me disse: "seu arranjo está maravilhoso, mas que tal se tirássemos a flauta?" Não me opus, claro. Ensaiamos de novo sem a flauta. E ela: "Olha, talvez ficasse melhor sem o baixo e a percussão. Vamos deixar só com o piano e o violão?". Concordei mais uma vez. E assim seguiu. Antes de começar o espetáculo ela me chamou no camarim: "olha, acho que me sentiria mais confortável se eu fizesse só com o violão". E eu, já entregue, longe estava de discordar. Começou o espetáculo, tudo lindo. Chegado o momento da entrada de Elza no palco, todos os músicos saem, inclusive o violonista depois de lhe dar o tom. Ela fica sozinha e sem microfone ataca à capela Se Eu Quiser Falar Com Deus, só soando aquela voz que o Próprio lhe deu, cantando no seu tempo, na sua respiração, com silêncios entre as frases em que era possível se meditar sobre o sentido e a beleza de cada uma delas e se ouvir os corações pulsando, convivendo com a sensação de que o tempo não havia. Em um momento da música, ela se senta e sai da luz. Termina a música, põe as mãos na cabeça e chora! Se tem algo que eu duvido nessa vida é se houve alguém ali presente que não tenha chorado junto, ou ao menos não tenha tido vontade de chorar. Eu chorei rios, porque vi ali uma mulher real conversando com Deus, aceitando a dor, comendo o pão que o diabo amassou, subindo aos céus sem cordas pra segurar. Quem melhor que ela cantaria esses versos? Ali estava a cena completa, sozinha com Deus aquela mesma mulher que há décadas atrás havia dito em seu primeiro palco a Ari Barroso: eu venho do planeta fome! Essa era a mulher que eu via ali com a alma despida: a mulher do fim do mundo! Já vi muita coisa linda nesses anos de palco, mas com certeza foi essa a mais bonita. Nunca mais eu a vi e hoje ela se foi. Viveu uma vida sofrida e maravilhosa, é uma das nossas maiores! Só há a agradecer. Vai em paz e obrigado pela lição sobre os silêncios, por me permitir o arranjo mais lindo que eu já fiz, ou melhor, que eu não fiz na vida!!"

 

 

Narrativas

TAGS

elzasoares

INfluxo
LuciaProduções Canal de shows
LuciaProduções Canal de shows Seguir

LUCIA RODRIGUES https://linktr.ee/produtoralucia Por 10 anos do “cult” Supremo Musical, casa de referência de boa música em SP- palco por onde iniciaram as carreiras, artistas consagrados, como Maria Rita, Simoninha, Mônica Sa

Ler conteúdo completo
Indicados para você