[ editar artigo]

:: sobre o Lar {e as Leis da Natureza}

:: sobre o Lar {e as Leis da Natureza}

Cuidado com o que você pede ao Universo, porque ele está processando tudo num Google Drive multidimensional ilimitado.

Dessa Nuvem, ele escuta amorosamente suas Palavras de Poder, que não precisam ser frases formuladas, mas sentimentos, Sensações, imagens mentais, Intenções.
Inclusive aquelas reclamações latentes, a preguiça de realizar as mudanças necessárias, a procrastinação de um Sonho.

Enquanto a pandemia se alastrava em 2020, vivi a maior parte do tempo num apartamento no interior de Minas e passei a valorizar cada ângulo das janelas. Da varanda para a vista da cozinha, observava o giro da Terra em seus Ciclos Lunares, de às vezes chamar a minha Mãe pra ver junta comigo as nuances do crepúsculo.

Com ela, mamãe, cultivamos a música e a rotina Criativa, que culminava nas noites de luzes coloridas de sexta-feira, ali na copa mesmo, com um petisco e até uma cervejinha. Momento de viver o momento sem celulares e Cocriar Futuros possíveis.

Enquanto achava que ensinava novos pontos de vista para a vovó, observava a sua conversa com as plantas, o cultivo, a poda, a colheita das verduras, o botão de rosa enfeitando a mesa. Plantamos e regamos Saúde, Magia & Afeto.

Nas caminhadas, fui adotada por uma árvore que me permitia flutuar sobre o Rio Doce e ultrapassei a barreira da poesia no contato com aquela entidade que insiste em SobreViver.

Num canto de sala, tocava sons nos instrumentos, yogava, esboçava o movimento dos animais, da dança celestial e regenerava meu canto natural.

Nas salas digitais, acendia fogueiras, Ampliava Horizontes, colaborando em redes com as causas que me gritam: os Povos Originários, o feminino, os rios e oceanos. Aprofundando amizades e expandindo o conceito de Família.

...

Mas quando falo de um Novo Lar, me refiro essencialmente a essa Paisagem Interna que vamos construindo.

Minha Florestinha de Dentro tem vista para o mar, tem montanha, mangue e cantos inusitados das aves. Tem jiboia, aranha, onça pintada e a estreia de um novo espetáculo no céu a cada manhã. Tem cheiro & tempero .

Daí, a Lei da Correspondência entra em ação na matéria. O que tá em cima, tá abaixo. O que tá dentro, tá fora. Hermetismo puro!

Então, não é sobre a nova casita perto do mar que falo, pq essa tem contrato de 1 ano de aluguel, mas sobre o Estado de Se Sentir Em Casa. E de cuidar dele, internamente e externamente. 

{o Lar como esse lugar em que a nossa personalidade se sente em paz}

E a grande sacada é se sentir assim em qualquer lugar. Porque você atraiu esse lugar e você pode viver essa Experiência com muita propriedade.

E contando algumas...
- No sítio de um amigo que se libertou da vida urbana, compreendi que é possível dar passos mais largos em direção aos sonhos.
- Ao despertar no alto da montanha, afirmei o meu desejo de acordar com o sol cutucando meus olhos.
- Em outro sítio, em Lumiar, aceitei que posso querer fazer cocô e tomar banho olhando pra uma árvore.
- E na aldeia, ahh, aí eu fazia isso tudo e muito mais sendo a própria árvore...
- Na última casa que morei, experimentei um quintal para dançar e ver a Lua ainda num contexto urbano.

A gente bota tudo isso naquele Google Drive e a magia acontece!
E, ainda assim, compreendendo que tudo é impermanente.

E, acima de tudo, honrando esse Grande Lar, Gaia.

>> Como está o seu Lar Interior? Perfumado, empoeirado, colorido? Suas cortinas estão abertas? Há espaço para o novo? É um espaço de gerar mais Vida? 

Narrativas

INfluxo
Ivy Morais
Ivy Morais Seguir

Minha arte se inspira na ecologia profunda e na reconexão do ser - dos povos da floresta ao poder transmutador da lágrima, a mulher selvagem e o doce feminino, o reconhecimento dos ciclos e das forças da natureza, a melodia que brota do silêncio.

Ler conteúdo completo
Indicados para você