[ editar artigo]

Seja água

Seja água

Existe um tempo em que precisamos comer para matar a fome de existir

e beber da água que corre nos verdes vales dos encontros para matar a sede de existir

Existem tempos em que temos que comer verdes os frutos dos prazeres para a prender a dizer não

e esperar a maturação de ser enquanto vemos árvores do viver desfolharem, e nuas florescerem cores e sabores de toda compreensão

A compreender raízes, que firmes ensinam a dançar no vento o tempo de manter-se, e firmemente entregar-se a Terra

que acolhe, gera, fértil doa, esquenta, pari, brota, cuida e naturalmente cumpre a sua missão.

De saber que a existência, por si, é plena

que chuva rega

calor floresce

no vento se dança

e música é tempo

que melodicamente traz o necessário para a expansão.

Narrativas

INfluxo
raissa lima
raissa lima Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você