[ editar artigo]

O breu me ilumina.

O breu me ilumina.

O breu me ilumina. O maior aprendizado é na madrugada. Toda vez que eu preciso voltar pra dentro de mim eu fecho os olhos. Eu cerro o acesso da luz. É no escuro que eu me enxergo. Que eu não me perco. Nas sábias palavras do padre eu entendi que o essencial não esta na luz e sim no que ninguém mais vê. Enegrecer não quer dizer tornar-se soturno, mas se privar de todo brilho que muitas vezes nos glamoriza e nos faz perder a essência. Crescer é voltar pra casa, Deus nos fez perfeito, mas os holofotes nos encandearam. Nos fizeram preocupado com opiniões! Nós nos afastamos de nossa essência, deixamos que pensamentos e necessidades de auto afirmação nos fizessem esquecer de nossa forma original. Precisamos retornar sempre ao ponto de partida. Para voltarmos a ser matéria da luz original. É só quando nos colocamos no escuro que nossas ideias ficam claras. É só na privação da luz que podemos ver. Há pessoas que irradiam um brilho forte, mas ao invés de iluminar, ferem os olhos, pois não voltaram, na essência da escuridão, para analisar se o que está sendo cintilado foi o que foi forjado pelo Pai, que não erra. A quantidade incessante de luzes difusas nos ofusca. A luz interior honra a escuridão. Tirem as cores, apaguem as luzes, e então verás a necessidade de voltar pro âmago. Foi no ventre de minha mãe que eu fui tecido, no escuro. Só conseguimos ver o brilho das estrelas quando apagamos todas as luzes artificiais. A principal missão do homem, na vida, é dar luz a si mesmo e tornar-se aquilo que ele é, essencialmente.

Narrativas

INfluxo
ricarte junior
ricarte junior Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você