[ editar artigo]

mUnDo AnImAl: O homem não depende do boi; o boi depende do homem. O boi e o homem

mUnDo AnImAl: O homem não depende do boi; o boi depende do homem.  O boi e o homem

CARNE.

dor.

BOI: "VOCÊ só ME ALMENTA

PARA COMER MINHA CARNE".

 

CARNE.

prazer.

HOMEM: "carne, boi, churrasco.

do boi me alimento 

para ter alegria!"

 

 

 

Narrativas

INfluxo
Pulmão da Cuesta
Pulmão da Cuesta Seguir

Amante da poesia marginal, pintora de mulheres, formada em Literatura, professora, mãe e apaixonada pela vida. 40 anos de idade, Botucatuense.

Ler conteúdo completo
Indicados para você