[ editar artigo]

Tempo da colheita

Tempo da colheita

Busca plantar sorrisos no caminho,
tenta esconder as queixas, amargores...
os bons momentos sorve, como um vinho
ou, talvez, o mais doce dos licores.
­­

Com alegria e amor, constrói teu ninho
e segue pela vida, sem temores.
Evita pôr teu passo em descaminho,
as más palavras cerca, com rigores.
 

Busca plantar a paz, cada momento,
e o sonho replantar, em novo alento,
se tudo parecer desmoronar...
 

Mantém tua esperança sempre à espreita:
na vida, existe o tempo da colheita
do bem que se viveu sempre a plantar.

 

(Soneto “Conselhos para a Colheita”, publicado no livro “Em Tons de Nostalgia”,

de Thereza Costa Val) 

 

Obrigado por tudo, mãe! 


"Tempo da colheita" (letra: Thereza Costa Val / música: Cláudio Costa Val)

Faixa 15 do CD "Extravagâncias", de Cláudio Costa Val

Cláudio Costa Val: voz, baixo, violão de aço, violão de 12

Leandro Said: gaitas

Zeca Magrão: congas, shake, surdo, guizo, clave, afuchê

Produção musical e arranjos: Cláudio Costa Val e Visso Lana

Gravação, mixagem e masterização: Visso Lana

Estúdio de gravação: Studio Lero (BH, 2020)

 

Música

INfluxo
Cláudio Costa Val
Cláudio Costa Val Seguir

Alguém em movimento, que acredita na cultura, antes de tudo. Com arte, educação e união dos povos.

Ler conteúdo completo
Indicados para você