[ editar artigo]

Curse of Mankind - Fenrir's Scar

Curse of Mankind - Fenrir's Scar

Somos um duo de heavy metal, oriundos da cidade de Campinas-SP. Formado por Desireé Rezende (voz), e André Baida (voz, guitarra, baixo).

Curse of Mankind é o segundo single do nosso vindouro álbum "Love | Hate | Hope | Despair" e foi inspirado pelos desastres e impactos ambientais que nosso planeta vem sofrendo nos últimos anos.

Essa música tem uma mensagem urgente, e é uma história que todos nós compartilhamos: Aquecimento global, incêndios criminosos nas florestas tropicais, oceanos sendo poluídos a todo momento… Tudo em nome da ganância humana. Precisamos dar um basta nisso, ainda mais nesses tempos sombrios em que estamos vivendo.


Ficha Técnica:


Letra e Música: André Baida
Guitarras, Baixo e Voz: André Baida
Voz: Desireé Rezende
Sintetizadores: Fabiano Negri
Bateria: Icaro Ravelo
Produção, Mix, Masterização: Fabiano Negri
Arte da Capa: Desireé Rezende

Letra:


Fire is burning from the ground
Acid rain bathing us all
Look how “beautiful and calm” is the world we live now
How greedy were you during this time?
How merciful could you have been and were not?

Now come and see, the agony
Come and see, the trial of madness
Dead bodies dancing their final dance
Now come and see, the apathy
Come and see, the wreck of the broken
Come and see the beaten souls paying the price

And it feels like, I'm fighting to stay alive
To walk across the Earth
The place who gave me birth
And now its claiming its rights
Oceans are being tattooed with oil
Mother nature is being raped
By your greed, your oh so pure greed
Now put your make up on
Wear the best dress you have
And raise your glass to honor the undead

And it feels like, I'm fighting to stay alive
To walk across the Earth
The place who gave me birth
And now its claiming its rights
And it feels and it feels and it feels that I'm dying inside
How many fights will I have to fight?
Am I worthy of being alive?
My heart and soul entwined with mother Gaia’s pride
So now I carry on

Tradução:
Fogo está queimando do chão
Chuva ácida banhando todos nós
Veja o quão “bonito e calmo” é o mundo em que vivemos agora

O quão ganancioso você foi durante esse período?
Quão misericordioso você poderia ter sido e não foi?

Agora venha e veja a agonia
Venha e veja, o julgamento da loucura
Cadáveres dançando sua dança final
Agora venha e veja a apatia
Venha e veja, os destroços dos quebrados
Venha e veja as almas surradas pagando o preço

E parece que estou lutando para permanecer vivo
Para caminhar pela Terra
O lugar que me deu à luz
E agora está reivindicando seus direitos

Os oceanos estão sendo tatuados com óleo
A Mãe natureza está sendo estuprada
Pela sua ganância, sua tão pura ganância

Agora coloque sua maquiagem
Use o melhor vestido que você tem
E levante seu copo para brindar os mortos-vivos

Agora venha e veja a agonia
Venha e veja, o julgamento da loucura
Cadáveres dançando sua dança final
Agora venha e veja a apatia
Venha e veja, os destroços dos quebrados
Venha e veja as almas surradas pagando o preço

E parece que estou lutando para permanecer vivo
Para caminhar pela Terra
O lugar que me deu à luz
E agora está reivindicando seus direitos

E parece que estou lutando para permanecer vivo
Para caminhar pela Terra
O lugar que me deu à luz
E agora está reivindicando seus direitos

E parece, e parece, e parece que eu estou morrendo por dentro
Quantas brigas terei que lutar?
Eu sou digno de estar vivo?
Meu coração e alma entrelaçados com o orgulho de mãe Gaia
Então agora sigo em frente

Música

INfluxo
Fenrir's Scar
Fenrir's Scar Seguir

Duo de heavy metal formado por Desireé Rezende (voz) e André Baida (voz, guitarra, baixo), de Campinas-SP. Atualmente trabalhando na finalização do seu segundo álbum de estúdio intitulado "Love | Hate | Hope | Despair".

Ler conteúdo completo
Indicados para você