[ editar artigo]

Informativo

Informativo

   

O Informativo Gazeta do Grande Bom Jardim é uma espécie de jornal comunitário, foi criado em 2002 na busca de relatar as notícias produtivas e produzidas pelos habitantes do território do Grande Bom Jardim, esse território que habita cerca de 200 mil pessoas e que detém um dos menores PIBS da capital do Ceará.

   Por conta da sua vulnerabilidade, seja na segurança, seja na economia ou nos atendimentos a saúde e educação, essa comunidade têm sofrido muito no tocante a  assistência do poder público. Então, tivemos a ideia da criação desse instrumento para relatos e reinvindicações junto as autoridades. Sem falar do espaço que oferece uma oportunidade para dar destaques aqueles que buscam no dia a dia fazer daqui um território diferente. Nosso instrumento de inclusão social é editado semestralmente e possui oito páginas para as publicações de matérias exclusivas sobre o território, aliás vou relatar aqui um pouco desse território que fica aqui na cidade de Fortaleza, estado do Ceará.

   Um povo que teve de sobreviver na adversidade. Assim poderia ser resumida, em poucas palavras, a história do bairro Bom Jardim. Apesar do nome inspirador e bucólico, a vida no bairro ainda é dura e cheia de dificuldades. Porém, os moradores não se acomodaram a essa situação. Ao contrário. Eles vêm lutando, e muito, para transformar a realidade socioeconômica do bairro. 

Comunidade organizada

Ao longo dos anos, uma série de projetos sociais foram surgindo no Bom Jardim, com o objetivo de criar um cenário propício para o desenvolvimento do bairro. Um deles foi o MSMCBJ, criado em 1996. O primeiro passo do movimento foi reunir os moradores em terapias comunitárias, com o objetivo de entender os dramas e dificuldades de cada um, melhorar a autoestima e combater a “síndrome da pobreza internalizada”. A diferença é que a própria comunidade ficou responsável por também gerir o projeto. O trabalho foi, inclusive, reconhecido pela Universidade de Harvard.

MÁ CONSERVAÇÃO

ESPAÇOS PÚBLICOS PRECISAM SER RECUPERADOS NO BOM JARDIM

1. A comunidade do Bom Jardim pede a recuperação dos espaços públicos do bairro, principalmente das áreas que servem de lazer para as crianças e jovens. As poucas praças existentes, por exemplo, encontram-se em péssimo estado de conservação. “Você tem que oferecer uma alternativa prazerosa ao jovem, com um espaço onde ele possa brincar, estudar, sonhar e realizar”, salienta o padre Rino Bonvini. Outra reclamação é sobre infraestrutura. A maioria das ruas do bairro está esburacada . “Ainda não vi ser feito trabalho de recuperação das ruas”, afirma a aposentada Lourdes Alves, 77, que mora há quase um ano no Bom Jardim.

SEGURANÇA PÚBLICA

VIOLÊNCIA TIRA O SOSSEGO DOS MORADORES

2. Sem dúvida, o maior desafio do bairro Bom Jardim é vencer a epidemia de violência. Segundo dados divulgados pela Secretaria da Segurança Pública (SSPDS),  a alta incidência da criminalidade tem relação direta com o tráfico de drogas existente na região, com impacto nos números de homicídios.

ORGANIZAÇÃO

O processo de auto-organização dos moradores do Bom Jardim tem permitido que, aos poucos, o bairro supere as dificuldades enfrentadas ao longo da história e esse instrumento de comunicação é parceiro nesse objetivo

 

   

https://www.instagram.com/tv/CSCFxmaF7F1/?utm_medium=share_sheet

Jornalismo

INfluxo
Jose Lisboa
Jose Lisboa Seguir

Líder comunitário há mais de 35 anos no Grande Bom Jardim, bairro da cidade de Fortaleza. Fundei a Liga Desportiva da Tríplice Aliança do Grande Bom Jardim, sou mediador de conflitos na comunidade.

Ler conteúdo completo
Indicados para você