Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

É quase meia noite

É quase meia noite
Regiane Bueno
nov. 27 - 3 min de leitura
2 Curtidas
0 Comentários
0

Lembro - me que desde criança ouvia falar que o ano de  2.000 não chegaria.            E chegou, na verdade passou, mas tudo esta tão sem sentido que tenho até medo. A humanidade caminha para seu próprio bem, estamos vivendo em uma era de inversão de valores e de sangue frio. O mundo grita por socorro, mas não se propõem a melhorar. A natureza sendo devastada e nós aqui, brigando por nada, nos agredindo querendo ter mais razão. O desrespeito habita nas ruas, a ingratidão nos corações. E o que falar das emoções e sentimentos que nos domina?                                                                                                                                                Nunca comemos tantas besteiras e quando sobra vai para o lixo, o lixo por sua vez quando lá fora, para sempre no chão. A criança não chora pela mãe, mas por aparelhos que lhe traga satisfação. O cachorro bem cuidado dorme no colchão, já o andarilho não tem nenhuma atenção.                                                                                       As escolas ensinam, mais para que educação?                                                                             Nunca se matou por tão pouco, e o medo aprisiona a população. O tempo perdido com as redes sociais se tornam vicio, e para o amor?                                                    - Hoje não temos tempo, pode ser outro dia então? Mas é quase meia noite, algum dia não teremos mais chance de mudar não...

                                                 


Denunciar publicação
2 Curtidas
0 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você