[ editar artigo]

DIAS DE CHORO QUE SE CALAM

DIAS DE CHORO QUE SE CALAM

A vida nos trouxe mais incertezas

Da vida que nem sempre é igualitária

O fosso da desigualdade

Aprofundada a cada dia que passa 

E mesmo que ansiemos

Que as realidades sejam iguais 

Nem tudo acontece de maneira uniforme 

Certo é todos podemos padecer

Não se pode eternamente viver

E assim no que parece preceder o fim

Seguimos ...

Muitos em seus lares puderam se recolher 

De sorriso amarelo ainda respiram

Outros choram seus mortos 

Há os que estão na linha de frente 

Existem aqueles que querem apenas...

Sobreviver !

Isolar-se para depois se encontrar 

Que ainda tenhamos vários pores de sol

E noites de luar, 

Que em cada um de nós 

Esteja o verbo esperancar

De crer que existe um Deus a nos guardar .

 

TAGS

quarentena

Ler matéria completa
Indicados para você