[ editar artigo]

Clotilde

Queria falar de Clotilde.

Mas não consigo exprimir nada Vejo Clotilde deitada, ou seria jogada?

Achei Clotilde na rua, ao lado de sua cômoda

Não havia roupas no chão, só um líquido perto de sua mão Tinha chovido neste dia

A água já tinha passado por toda cidade

Levou tudo, teria Clotilde se afogado?

Suas roupas teriam ido pelas águas barrentas da enchente? A cômoda estava ao lado

Teria tentando se segurar?

Não abri a cômoda.

Também não chamei Clotilde Aliás, seria esse seu nome, Clotilde?

Eu sei, estou repetitiva

Mas você já parou para pensar? Quantas Clotildes você viu e não chamou?

Quantas Clotildes se banharam na água barrenta da enchente e você calou?

Sequer sabe o que ela bebia.

Se estricnina ou groselha, tanto faz

Clotilde segue rija, corpo nu, cabelos lhe tampam a cara, mas o sexo segue exposto

Porque é assim que acontece com Clotildes

Depois que o corpo enrijece surge um curioso e primeiro diz: "tão bonita", para em seguida perguntar "o que houve?"

Insisto, teria Clotilde se afogado ou teria sido jogada?

INfluxo
Ludmilla Tosoni
Ludmilla Tosoni Seguir

Mulher em processo contínuo de mutação. Sangue corrente, por veias, pulsos e pernas. Por vezes seca, por vezes úmida, por vezes amarga, mas sempre viva. Escrevo para fluir em mim mesma.

Ler conteúdo completo
Indicados para você