INfluxo
INfluxo
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Eu não me conheço, mas a você sim!

A história é sua, não dos outros!
Regiane Bueno
abr. 16 - 3 min de leitura
000

A vida do vizinho é tão interessante, nossos filhos cresceram juntos brincando na rua, conheço todos das ruas próximas e pelo tempo em que moro aqui,  ja sei quando estão enfrentando perrengues na vida. O seu João da esquina deixou a mulher e os filhos, ja na escola das crianças que fica à três quadras de casa, foi a Dona Luzia a cozinheira quem saiu de casa, de um casamento de 20 anos. Vou falar que isso é muito esquisito, na família do meu marido tem a irmã dele, a Cristina, essa coitada não tem sorte na vida, solteirona ja quase nos seus 40 anos e não acha quem lhe agrade, eu sinceramente acho que nem vai achar mais, afinal ela quer alguém como ela, sem filhos e que nunca tenha se casado, mais duvido muito que ela ache, pois os homens nessa idade se não casaram são divorciados com no mínimo dois filhos. Esse vai e vem que a juventude tem, sem falar nos vícios e muito mais. No outro dia peguei o Paulinho meio estranho, ele é amigo dos meus filhos e ja vou logo ficar de olho nele para descobrir o que ele anda aprontando. Ah ja ia me esquecendo da criançada sem educação que sempre gritam tantas da noite, será que não tem pais?

Nossa vou te falar como é difícil observar tudo e todos, muitas das vezes o que ouço nem chega a ser verdade, mas uma vez que passei o assunto não vou mais corrigi-lo, è bem mais fácil falar do que consertar o que não é verdade.

Entenda bem, não faço mal a ninguém, não sou uma bomba comparável as faks news por aí, não tenho inveja ou coisa do tipo, só gosto de compartilhar a vida do próximo. Não é isso que muitos reportes ou apresentador faz? Só não sou pago para isso. 

Dizem que pimenta no olho dos outros é refresco, no meu caso não provei ainda, também ninguém tem o que falar.

Se bem que as coisas lá em casa mudaram e eu nem percebi!

Andei cuidando tanto da vida dos outros que acabei deixando a minha passar...

Quando que meus filhos cresceram? ou que começaram a namorar?

Andei deixando até minha coisas de casa, nem percebi que o dialogo acabou, cada um comia em seu quarto e meu companheiro (a) se afastou. 

Que injusta a vida é, vivi me preocumapando com os outros que não vi o tempo passar, meio seculo se passou e ja não tenho mais vigor, para da minha vida cuidar.

Cada um segue seu rumo, cada um faz suas escolhas, cada um planta e colhe e vive de tudo aquilo do que se escolheu viver.

A pagina está branquinha quem vai escrever a história será você.

Titulo: VIVA A SUA VIDA.


 


Denunciar publicação
    000

    Indicados para você