Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

ANGELICALMENTE INFERNAL

ANGELICALMENTE INFERNAL
Vana Miletto
mar. 12 - 1 min de leitura
1 Curtidas
0 Comentários
0

 

Esse amor sublime e celestial que sinto por ti unidos a

esse desejo infernal pelo teu corpo

me corroem,

me constroem,

me entorpecem,

me destroem...

 

Essa dualidade sem fim dentro de mim,

Me aquece,

Te enrijece,

me enfurece,

te desfalece,

me rejuvenesce,

te emudece...

 

Ah, esse meu amor e esse meu desejo, em te ter, em te amar,

 Você me querer

e eu te  abrigar...

Você me pertencer

e eu te amar.

 

O amor que sinto é brando,

é quente,

é terno,

é pungente!

Mas o desejo e a sanha pelo toque

é feroz,

é ardente,

é veloz,

é caliente,

é atroz,

é doente!

 

A paz celestial e o amor que sinto por ti habitam meu ser,

mas o desejo carnal entorpece o querer,

o desejar o ter!

O sangue pulsa,

a mente divaga,

o corpo epilepsia,

o hormônio exala...

O corpo catalepsia,

 a ferocidade devasta!

 

Anjos e demônios povoam meu ser,

o instinto é mais forte

em te desejar,

te querer,

te beijar,

te pertencer,

te amar,

me entorpecer...

 

O sentimento e o coração aquecem de ternura,

mas a carne queima,

ascende a chama,

o desejo aumenta em leva-lo pra cama

e ardentemente quero

te lapidar,

me envaidecer,

te clarear,

me escurecer,

te esquentar,

me enrubescer,

te iluminar,

me alvorecer,

te abrandar,

me aquecer,

te afagar

me enfurecer,

te aquietar,

me ensandecer...

te abocanhar,

me amolecer,

te assanhar,

me enlouquecer,

te afagar,

me embebecer

te excitar,

me estremecer,

te embebedar,

me derreter,

te lambuzar,

me empalidecer,

te profanar,

me corromper,

te encorajar,

me anoitecer,

te desbravar,

me conhecer!

E num ato de amor celestialmente infernal,

te eternizar

e me amanhecer...

 


Denunciar publicação
1 Curtidas
0 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você