Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

Alma de poesia.

Alma de poesia.
Everaldo Ferreira.
dez. 22 - 1 min de leitura
1 Curtidas
0 Comentários
0

As rosas ficam mais coloridas, por onde ela passa, o sol fica mais calmo e sereno, as nuvens se movimentam devagar. Todo o ambiente se transforma, em uma espécie de mágica, onde tudo passa a ter sentido. Mas quando ela vai embora, as nuvens escurecem, as flores murcham, o sol desaparece, há tempestade, solidão e medo. Até sua nova chegada para tudo se transformar novamente, estamos falando dela nossa querida alma de poesia.


Denunciar publicação
1 Curtidas
0 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você