[ editar artigo]

A sogra

A sogra

 

A sogra de Thomas veio fazer uma visita em um fim de semana e por causa da pandemia teve de permanecer por um longo período hospedada na casa do genro.

Numa noite, enquanto jantavam, Thomas, que era metido a engraçadinho, disparou a seguinte impropriedade a sua sogra:

– Sabe, dona Gecelma, a sua filha ultimamente não tem cumprido as obrigações de esposa exemplar.

Celma, a mulher de Thomas, horrorizada, espumando de raiva, lançou um olhar assassino ao marido.

Dona Gecelma, em sua postura costumeiramente impassível, perguntou ao genro:

– E poderia me dizer quais seriam essas obrigações de esposa exemplar?

O genro, vendo que a situação estava ficando desagradável, respondeu:

– É que ela não tem me dado carinho, amor e compreensão.

Na mesma noite, a pretexto de ficarem sozinhos, Celma trancou o marido no porão e deixou o filho da mãe lá, a noite toda, esmurrando a porta.

Moral da história: JAMAIS brinque com a sogra, pois trancar Thomas no porão foi ideia dela.

 

 

FIM

 

 

SÉRGIO SIMKA

É professor universitário desde 1999. Autor de mais de seis dezenas de livros publicados nas áreas de gramática, literatura, produção textual, literatura infantil e infantojuvenil. Idealizou, com Cida Simka, a série Mistério, publicada pela Editora Uirapuru. Membro do Conselho Editorial da Editora Pumpkin e colunista da Revista Conexão Literatura. Seu mais novo livro se intitula Pedagogia do encantamento: por um ensino eficaz de escrita (Editora Mercado de Letras, 2020).

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você