[ editar artigo]

A Menina do Caixa

Hoje eu quero falar da menina do caixa, que saiu de casa e deixou sua filha na vizinha, da menina do caixa que sorri o dia inteiro tão ausente de si… E eu quero continuar falando da menina do caixa que chega em casa e espera que seu marido já esteja dormindo, só pra não ter que conversar com ele e levar um tapa na cara… a menina do caixa que chega em casa e trabalha mais pra ter uma segunda renda e trabalha mais e mais e mais, limpa a casa, prepara o almoço, lava a louça, ensina a atividade do filho, correndo contra o tempo, as vezes elas são mais rápidas que o tempo… Eu quero falar da menina do caixa que no fim do expediente já vendeu mais do que recebe, alimentando esse sistema desigual, que nos engole pouco a pouco… somos as engrenagens do mundo? O que acontece se as engrenagens parar? E se as engrenagens se desgastar? Não se engane, o sistema tá preparado pra trocar as engrenagens desgastadas por novas… Quero falar da menina do caixa que vendeu suas férias pra ter um dinheiro a mais na conta, vendeu seu tempo de descanso e ganhou um grito do cliente insatisfeito… Eu quero continuar falando da menina do caixa que não foi mais trabalhar, porque não tinha com quem deixar seus filhos, da menina do caixa que prepara sua comida antes de sair de casa, da menina do caixa que estuda e tá tentando escrever um artigo, da menina do caixa que não foi trabalhar hoje porque testou positivo pra esse vírus, da menina do caixa, que não é o caixa, ela é gente que sente… Hoje eu reparei na menina do caixa e ela sorriu por trás da sua máscara.

Ler conteúdo completo
Indicados para você