[ editar artigo]

Sincronia

Sincronia

Fui artista nômade entre 2017 e 2018, nesse período viajei por todo o país, convivi com pessoas de todas as formas, credos, e etnias, gente de todo o mundo que vinha visitar o Brasil, ou morava aqui. Nessa jornada experimentei a pluralidade humana em sua glória, como pessoas com pouco em comum conseguiam se respeitar e criar algo maior apesar das diferenças. 
Isso me fez pensar muito em um conceito de identidade e de cultura cada vez mais fluído que temos hoje. Para além de todos os problemas, estamos compartilhando conhecimento e cultura com todas as partes do mundo.
Buscando expressar isso na minha arte, por acaso encontrei um velho livro de cartografia em um sebo e de súbito me veio uma sensação profunda, quando imaginei pessoas sobre os mapas, a história do meu país e a contemporaneidade. Então comecei a coleção "Nativo Urbano" que consiste em desenhar pessoas sobre mapas antigos, transformando a arte é um símbolo manifesto de uma consciência que preconiza o ser humano para além das divisões sócio políticas que nos cerceiam e segregam. 

 

Belas Artes

INfluxo
Helmo da Gama Santos
Helmo da Gama Santos Seguir

Iniciando sua carreira nas Artes Visuais em 2017, Helmo Santos, viveu como nômade viajando o Brasil entre os 2 primeiros anos de sua carreira. Hoje em dia mora no rio, onde da aulas de arte em comunidades.

Ler conteúdo completo
Indicados para você