[ editar artigo]

potência em processo - E.L.L.A

potência em processo - E.L.L.A

processar

nos adubos que fortalecem. nas águas que regam. nos nutrientes que percorrem os vasos. flores fecundadas, frutos nascidos, sementes disseminadas... protejo, protejo a mim, a todos, ao natural me dado com amor. O que cultuas? Que CULtura cultuas? A tua?

POLINIZEM, POLINIZEM... erga-se o corpo árvore produtor, de estações em estações, até os fins e confins dos planetas.

no inverno virginiano, primavera alimenta. fazendo arte, agarra as oportunidades. pelos seus, pelas suas, pelas redes ecológicas que constituem a comunidade humana, pois sou múltipla, várias em uma, lutando, aprendendo e ensinando. poeticamente diferente a cada dia.

organismo vivo. regada, polinizada, multi atravessada. Universo... ambientes e habitats ocupados e sentidos. eventos geológicos ocorridos, atravessaram o organismo vivo. energizada, regada. semente se quebra, reage, é germinada.  VIVIDA e VIVA, tem muito a VIVER. aprende mais. energizada, a cada dia gera um pouco. flores, frutos. a cada dia o corpo árvore encarnado em si. única e diversa. dança, canta, performa, declama, desfila.

autorregar, adubar, produzir, gerar. no íntimo, ínfimo, ínfero interior, autofecundar. múltiplos órgãos, de tudo capazes. reformam e formam, transformam. crescem, desabrocham.

AUTORETRATO POR TEO MORAES

Belas Artes

INfluxo
Teo Moraes
Teo Moraes Seguir

Teo Moraes cursa Licenciatura em Biologia na Universidade Estadual de Feira de Santana, é bolsista do Museu Regional de Arte, multiartista e performer com ênfase na modalidade dança-teatro. Apaixonada pela integralização entre artes e estéticas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você