[ editar artigo]

Há à raiz 1

Há à raiz 1

Há à Raiz 1, 2013

Carla Pinheiro

Fotografia - Autorretrato

.

Há à Raiz: Haver à essência. Existir em essência. Existir às raízes, na origem. Ser em elo ao solo. Constatar a existência do imprescindível. Existência integral. Origem (in)gerada. Rizoma aéreo-subterrâneo. Caule-base. Raiz que (r)existe.

Assistência técnica fotográfica: Natasha Iane

.

IluminAção

Eu já fui "lá do outro lado", "vida-morte-vida"

Iluminação

Entre-meio do infinito, Éternidade, Nirvana

Cerne da ilusão

Lá não é lá e "não tem nada"

É "aqui" que está "tudo"

Mas aqui tudo uma hora acaba

E a morte vem

Mas a morte é só passagem

Na verdade

A vida não tem fim

É constante criação selvagem

É a coragem

Da transformação de linhagens

Que se transporta para outros confins

É ponte-viagem que parece miragem

Plumagem de serafins

Mas “aqui”, matéria-contingência

Corpo animado pelo espírito

A lei é a da impermanência

E tudo que se faz ecoa na éternidade

Bate "lá" e volta "cá" na tua diminuta existência

É a iminência da vida

Que reverbera e reviravolta

O que a ela damos

E então transborda

A forma e a sem forma

Deixando ver

O vazio

Por onde tudo perpassa

Energia-matéria

Matéria-energética

Livre-arbítrio destinado

Tecitura do cosmos entrelaçado

Perfilando cada geometria erguida

Cada pegada animada

Interdependente

Cada passo vivente amálgama ou desfaz

Alguma (i)realidade

Quem te disse que a Vida não é sacra?

Vês a abóboda celeste daqui

Mas nosso planeta está nela incluso

Quem te disse que estes solos, estes ares, estes mares,

estes rios, estas luzes, estas terras e todos estes seres não são divinos?

Vês a natureza daqui

Mas você é parte dela

Não ver o sagrado na Vida

É negar a tua própria natureza divina!

Eu já fui "lá do outro lado", "vida-morte-vida"

Iluminação

Entre-meio do infinito, Éternidade, Nirvana

Cerne da ilusão

Lá nem é “lá” e "não tem nada"

É "aqui" que está "tudo"

A consciência da morte é o que nos mostra o valor da vida.

Atente-se, portanto, às suas escolhas.

Nem absolutismo nem niilismo

Sem palavra sem conceito

A iluminação é o aniquilamento das mentiras

O nirvana é a extinção do espúrio

Não é algo a perseguir

Não é algo a agarrar

Não é algo a submeter-se

Não é algo

É a genuína liberdade

A profunda e verdadeira

Autenticidade

Da fonte do seu ser.

É a luz do teu espírito

Que movimenta a sombra do teu corpo

É a radiação da tua alma

Que propaga energia por entre tua matéria

O maior obstáculo para a iluminação

É superar a ideia de que ainda não é luminosidade.

Carla Pinheiro

.

Simbiose IN corpórea - por uma ontologia de interalteridades é um estudo artístico e filosófico composto por um conjunto de autorretratos que registram as poéticas ações simbióticas exercidas por mim no intuito de demonstrar a superação da dicotomia sujeito-objeto entre espécie humana e Naturea. Nas fotografias me fundo ao ambiente natural ao ponto de, em um primeiro olhar distraído, a minha presença não ser notada na foto, isto porque estou em profunda simbiose com a Natureza. Todos os ensaios foram registros de práticas espirituais xamânicas de experiências ecstáticas de unidade com a Natureza. Seres humanos são apenas uma espécie da Natureza, uma das inúmeras criações da Vida que é a um só tempo a maior artista e a maior obra de arte.

Carla Pinheiro

.

 

.

Simbiose IN corpórea - por uma ontologia de interalteridades é um projeto de exposição de artes visuais  e filosofia da artista e filósofa Carla Pinheiro que foi contemplado pela Chamada Pública de Fomento às Artes de Niterói, o Edital N°007/2019, realização da Prefeitura de Niterói, Secretaria das Culturas de Niterói e Fundação de Arte de Niterói e exposto no Museu de Arte Contemporânea de Niteói (MAC-Niterói) em 30 de novembro de 2020  numa mostra composta por 16 fotografias, 8 esculturas e 9 poemas. Simbiose IN corpórea - por uma ontologia de interalteridades é também minha monografia de graduação em bacharela em filosofia pela Universidade Federal Fluminense (UFF - Niterói) concluída em 2017.

📷

Belas Artes

INfluxo
Carla Pinheiro
Carla Pinheiro Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você