[ editar artigo]

Adube

Adube

Com o isolamento social decorrente da pandemia, a forma de se olhar para o mundo, para a rotina e para o fluxo desenfreado que a sociedade consome e destrói o que ainda nos resta de vida, foram postos à mesa. A desigualdade social foi potencializada pela ganância e pelo individualismo. Em contrapartida, o senso de coletividade e a empatia de movimentos sociais fizeram surgir iniciativas para reduzir os danos da população que mais foi afetada. 

A ação Marmitas da Terra por iniciativa do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em Curitiba, já distribuiu cerca de 40 mil marmitas com alimentos orgânicos da reforma agrária e da agricultura familiar para pessoas em situação de vulnerabilidade social, em situação de rua e nas comunidades periféricas. O projeto conta com pessoas voluntárias, militantes de movimentos sociais urbanos, coletivos, sindicatos e campanhas. 

A união da solidariedade com a arte, resultou no processo de criação da música e do clipe Adube. Composição que surge durante a experiência como voluntário da ação Marmitas da Terra. As gravações do clipe, foram feitas no Assentamento Contestado (Lapa/PR) e na Escola Latino Americana de Agroecologia (ELAA), no dia em que o assentamento comemorava 22 anos de luta, resistência e conquistas.

Adube mistura os gêneros Hip Hop e MPB, com instrumentos de sopro, percussão e cordas. A letra fala da importância da terra, da colheita, das benzedeiras, das parteiras, dos saberes tradicionais do nosso povo, exalta elementos da cultura afro-brasileira além de expressar as raízes do próprio artista.

Ficha técnica

Direção e roteiro: Bruna Thimoteo
Direção de fotografia: Jack Stica
Edição e finalização: Estúdio Séu
Produção: Estúdio Séu
Produção local: Adriana Oliveira e Marcos Antônio

Arranjo de metais: Fábio de Souza
Backing Vocals: Maressa Macedo, Preto Martins
Coro: Bruna Timotheo, Fábio de Souza, Hudson Banks, Lais Merissi, Júlio Boz, Preto Martins
Composição, Voz e Violão: Petrus Cuesta
Guitarra: Alisson Santos
Percussão: Leon Adan
Sax Alto: Júlio Boz
Sax Tenor: Hudson Banks
Trompete: Fábio de Souza
Produção Musical: Petrus Cuesta e Preto Martins
Programação e MIDI: Preto Martins

Letra:

A derrota fortalece mais do que a vitória
A esmola concebida crava nossa história
Estrutura de fora imposta na escola
Sementes não irrigadas, seu maior exemplo: a ponta de uma enxada

Adube conhecimento
Espalhe aos quatro ventos
Faça da sua voz a guia
A colheita em movimento

O lamento é sertanejo
Na favela morre cedo
Caridade sem a base
Lava as mãos, ego cheio (ego cheio!)
A humildade do empírico
Veste a essência da alma

A benzedeira com suas plantas
O boi com sua matraca
A parteira com seu afeto
O indígena com sua mata

Aya, resistência, adinkra
Enigma da mata
Raízes profundas
Geram frutos da sabedoria ancestral
Aflora a caça
Procura no céu
A terra acha

Adube conhecimento
Espalhe aos quatro ventos
Faça da sua voz a guia
A colheita em movimento

Música

INfluxo
Petrus Cuesta
Petrus Cuesta Seguir

Músico e compositor amazonense, que aflorou sua musicalidade no meio urbano da capital paranaense. Nascido na tríplice fronteira Brasil, Colômbia e Peru, cresceu com as influências dos ritmos afro-latino-americanos, os quais permeiam suas composições

Ler conteúdo completo
Indicados para você